Carta de Eventos do GruDDE 2018

Saiba mais sobre as oficinas que estão sendo oferecidas pelo GruDDE para 2018:
O seu Centro acolhe bem?
Capacitação para voluntários e/ou funcionários da Casa Espírita para a recepção do público em todos os seus serviços (biblioteca, livraria, balcão de atendimento, etc.)
Conviver Melhor
Através de vivências e dinâmicas, fortalecer as relações interpessoais dos grupos espíritas, facilitando o relacionamento e a comunicação na rotina das atividades desenvolvidas em equipes.
Produção Cultural
Assessoria às Casas Espíritas na criação e planejamento de eventos culturais, como Cine Debates, Feira de Trocas de Livros Espíritas, etc. Informações e conceitos importantes para o sucesso de seus projetos.
Dimensões da Sexualidade
Oficina direcionada a pais, jovens e evangelizadores do Centro, proporcionando reflexão e diálogo sobre a sexualidade à luz da Doutrina Espírita.
Clique aqui para preencher o formulário de solicitação de oficina.
Anúncios
Publicado em Agenda | Deixe um comentário

Feira de Troca do Livro Espírita

1

No dia 27 de agosto, o Grupo de Divulgação da Doutrina Espírita (GruDDE) realizará a 13ª edição da Feira de Trocas do Livro Espírita no Parque da Cidade. A Feira ocorrerá das 9h às 12h em estande próximo à Administração do Parque (estacionamento 13).

No estande da feira, cada livro entregue dá direito à troca por outra obra. Os frequentadores poderão encontrar obras de autores de renome no Espiritismo, como Chico Xavier, Carlos Bacelli, Divaldo Franco, entre vários outros.

 

O GruDDE

 

O GruDDE existe há 21 anos e realiza atividades tanto para o público espírita quanto para aqueles não ligados à doutrina. Além das feiras de trocas do livro espírita, são exemplos dessas atividades a realização de seminários, oficinas e cines debates.

 

Serviço

 

Feira de Trocas do Livro Espírita

Domingo, dia 27 de agosto de 2017

Das 9h às 12h

Parque da Cidade, próximo à Administração (estacionamento 13)

Promoção: GruDDE – Grupo de Divulgação da Doutrina Espírita.

 

Contato:

Henrique – 981430126

Publicado em Dicas Culturais, Eventos, Sem categoria | 1 Comentário

A menina e a câmera fotográfica

O nosso olhar traduz o mundo e auxilia a construir pensamentos, entre outros aspectos. O foco poderá ser o que há de pior nos seres humanos, na vida, no planeta, também poderá ser uma visão “Poliana” que quer ver só o que há de positivo e belo em tudo. Ampliar a percepção compreendendo o contexto e extraindo o que há de aprendizado nos humaniza e nos aproxima, consiste em um processo de transformação interior que poderá levar várias  vidas, a doutrina espírita nos propicia a reflexão de que as origens de situações que enfrentamos no presente podem ter um passado longínquo, mas demandam de atitude nesta vida. Nem tudo que nos acontece é do pretérito, mas é bom lembrar que tecemos diariamente o presente e o futuro.

Por Fernanda Ramos Martins

Publicado em Filmes, Reflexões | Deixe um comentário

Piper

 

Evoluir também pressupõe vencer os nossos medos. Quando não há crise e nos parece tudo tranquilo e acessível, a vida muda e traz novos desafios. Necessitamos de dificuldades para vencer, é uma característica do nosso planeta, ainda muito denso e que recebe espíritos ainda muito comprometidos com as leis divinas. Vivemos em um momento muito propício ao desenvolvimento individual e coletivo, são situações de desonestidade política, econômica, moral, ética a serem vencidas, é a acomodação de muitos que acham que a vida nunca deixará de ser do mesmo modo. Estão reencarnando no planeta, vários espíritos que nos ajudarão na batalha contra nós próprios, nossas mazelas, nossa preguiça, nossa resistência. Ninguém será abandonado a própria sorte, independente da sua situação, mas a nossa vontade em ação para o bem fará a diferença no aprender a sermos melhores. O espiritismo há muito tempo tem nos alertado sobre a transição planetária, em que a Terra deixará de ser um planeta de provas e expiações para ser um planeta de regeneração, aproveitemos a oportunidade.

Por Fernanda Ramos Martins

Publicado em Filmes, Reflexões | Deixe um comentário

Heartbeat (O som do coração)

 

No livro Nosso Lar, ditado pelo espírito André Luiz e psicografado por Chico Xavier, há um capitulo que se chama “Amor, alimento das almas”. Nele, Laura nos explica que “a alma, em si, apenas se nutre de amor”. Ela deixa claro que enquanto o corpo precisa do pão para se manter, a alma se alimenta exclusivamente de amor.
A um primeiro olhar, essa informação não é extraordinária, nem difícil de entender. Mas se pensarmos um pouco nas consequências dessa informação poderemos perceber a complexidade que se esconde sob essa simples afirmação. Estabelecendo uma analogia com o nosso corpo, se nos falta o pão, nosso alimento, sentimos fome. Caso deixemos que essa fome se agrave, ficaremos desnutridos. E se não conseguirmos alimento logo, podemos até mesmo morrer… de fome.
A alma, ao não receber amor também pode ficar faminta, desnutrida. A alma não morre. O que significa que a ausência de amor, é torturante fome implacável que não se encerra.
No livro Nosso Lar, e nas Obras Básicas do Espiritismo, não há especificação do tipo de amor que devemos sentir, logo, podemos compreender que toda forma de amor é alimento para nossas almas. Seja o amor fraternal, maternal, paternal, filial, próprio, romântico… São nomenclaturas para o treinamento extensivo do mesmo sentimento.
Além disso, amar é obedecer o mandamento mais básico: “Amar a Deus acima de todas as coisas e ao próximo como a si mesmo”. O amor é um exercício diário de alimentar as almas ao nosso redor… E de ser alimentado por elas.
Então, ao menor sinal de amor, retribua!
Por June Alves de Arruda
Publicado em Filmes, Reflexões | Deixe um comentário

Alike (Similar)

 

Ao longo da vida somos ensinado a nos integrar na sociedade, a fazer parte dela. Aprender o beabá que nos tornará cidadãos de bem. Copy, o pai do Paste, personagens do curta, se esforça em ensinar ao seu filho o caminho correto. “Mas… o que é correto?”
Na ânsia de compormos a sociedade, nos tornamos cada vez mais similares aos que nos cercam. E nesse caminho muitas vezes perdemos “nossa cor”, nossa individualidade. Junto com nossa cor vão-se os sonhos, os desejos e a garra. Nos sentimos pálidos, fracos, vivendo cada dia sem ânimo. Nos perdemos de nós mesmos.
Autoconhecimento é a chave que a espiritualidade amiga vive nos incentivando a usar. E não é a toa. É a chave da nossa alma. Pequenos gestos que nos coloquem em contato conosco mesmos, com nossas cores, podem nos auxiliar nesse caminho de redescoberta. São ilhas de aconchego onde podemos respirar livremente… O abraço daqueles que amamos, o tempo ao lados dos nossos queridos, a música, o livro, a volta no parque, a viagem desejada, o reencontro inesperado.
Afinal, o que aviva as tuas cores e te devolve para si mesmo?
Por June Alves de Arruda
Publicado em Filmes, Reflexões | Deixe um comentário

Recall de sonho (GRUDDE)

Avião

Fonte: Google

Há que diferenciar sonho de delírio. Sonho é desejo de concretizar algo caso haja esforço empenhado, ocorrendo o oposto por impossibilidade diante de algum percalço, outros o substituirão… Já o delírio é crer de tal forma, que a lógica acaba por não participar do raciocínio, provocando graves consequências se o intento não for milagrosamente alcançado.
Exemplo simples: se uma pessoa SONHA em correr uma maratona e com treino e boa alimentação encontra êxito, desejou algo palpável para sua capacidade. Contudo, se ao ver uma corrida como a de São Silvestre resolver entusiasticamente correr no próximo ano, sem a obtenção do condicionamento necessário para tamanho esforço decidir mesmo assim insistir sucumbindo ao DELÍRIO na viabilidade de sua “decisão” terá como resultado sérios danos à saúde podendo até  sofrer risco de morte.
Sonhar faz parte de tentar conquistar o que parece mais difícil de se ter, estimula a coragem. Precisando inserir-se em um panorama favorável de aptidões, talentos, boas oportunidades. Mas sonhar em ser ou ter o que é inadequado para a atual existência incide delírio, cravejando a estrada de mágoas, decepções, frustrações e paralisia.
O sonho deve ser cultivado com o intuito de agregar valores duradouros para a vida, delirar atrasará nosso melhoramento e certamente trará muito sofrimento para quem almejou e se empenhou por nosso sucesso. Quando o sonho agiganta-se e acaba tangenciando a fantasia é hora de revisar a consciência para diagnosticar quando ocorreu tal mutação, porque pode ser emocionante pular do avião mas é fundamental verificar o paraquedas antes!

Por Alexandra Paes

“Sonha e serás livre de espírito… luta e serás livre na vida.” Che Guevara

“Ainda bem que sempre existe outro dia. E outros sonhos. E outros risos. E outras pessoas. E outras coisas.” Clarice Lispector

Publicado em Reflexões, Sem categoria | Deixe um comentário

Recarregando Baterias

 

A amizade e a solidariedade podem chegar de pessoas e situações que nem imaginávamos, mas precisamos estar abertos para receber. A doutrina espírita esclarece que podemos reencontrar entes queridos em diversas situações. A todo momento poderemos construir uma teia de afetos e bem querer, é nossa disposição com o próximo, seja parente, amigo ou desconhecido que poderá facilitar o nosso viver. Esta vida nos trouxe esta oportunidade, que possamos aproveitá-la.

Por Fernanda Ramos Martins

Publicado em Filmes, Reflexões | Deixe um comentário