Natal

mafalda natal“Somente se dá aquilo que se possui. Como, pois, exigir amor de alguém que ainda não sabe amar?

 Como requisitar respeito e consideração de criaturas que não atingiram o ponto delicado do sentimento que é o amor?

 Quem dá afeto recolhe a felicidade de ver multiplicado aquilo que deu, mas somente damos de conformidade com aquilo de que podemos dispor no ato da doação. (…) É dando que se recebe; portanto, cabe a ti mesmo administrar tuas carências afetivas e fazer por ti o que gostarias que os outros te fizessem.

Não peças amor e afeto; antes de tudo, dá a ti mesmo e em seguida aos outros, sem mesmo cobrar taxas de gratidão e reconhecimento. Importante é que sigas os passos de Jesus na doação do amor abundante, sem jamais exigi-lo de ninguém e sem jamais esquecer que és responsável pelos teus sentimentos.”

(Livro Renovando atitudes, capítulo O Amor que eu tenho eu dou, pelo espírito Hamed)

O período do Natal e Ano Novo se configuram em ótimas oportunidades de aprendizado sobre o amor, quer seja pela pelo exercício de afeto, distribuição de abraços, compreensão, escuta e acolhimento. Jesus exemplificou o Amor no convívio diário com os apóstolos e a população em geral e em grandes feitos que geraram a abundância de cura. Amar como Jesus ainda é utópico para nós, mas podemos dar os primeiros passos, basta que optemos por esta escolha. Que possamos viver o Natal e o Ano Novo com a chama do amor no coração!

Por Fernanda Ramos Martins

Anúncios
Esse post foi publicado em Tirinhas. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s