Amizade

amizade juntos

Algumas reflexões dos filósofos referem-se à amizade. Aristóteles a definiu como “uma alma em dois corpos”. Os grandes estadistas da história da humanidade deram mais importância a como estimular as relações de amizade do que a qualquer outro tema. A amizade é a base da elevação de toda comunidade. Pois ela se opõe a venenos como o egoísmo, o individualismo, a ganância. A amizade significa compartilhar, dividir, crescer não sozinho mas em grupo. Sem ela não há sociedade que se sustente.

Marco Aurélio, imperador de Roma, afirmou que as pessoas nascem para ajudar umas às outras, assim como os braços quase nada fazem um sem o outro.  “A natureza parece muito particularmente interessada em semear em nós a necessidade de termos amigos”, disse Montaigne. “A amizade assinala o ponto mais alto de perfeição na sociedade”.

Montaigne –  “As almas se entrosam e se confundem em uma única alma, tão unidas uma à outra que não se distinguem, e nem se percebe a costura entre eles”

Montaigne  escreveu um capítulo sobre a amizade, dedicando-o ao seu amigo La Boétie. A morte de La Boétie mergulhou Montaigne numa “noite escura e aborrecida”. “Já me acostumara tão bem a ser sempre dois que me parece agora que não sou senão meio” (Montaigne)

 “A lembrança dos nossos amigos mortos é suave e ácida a um só tempo, como um vinho velho demais cujo amargor nos agrada. Mas depois de algum tempo toda a acidez desaparece e em nós só fica um prazer puro”.

Sêneca – “Para mim, a lembrança dos meus amigos mortos é doce; quando os tinha ao meu lado, pensava que teria de perdê-los; agora que os perdi, penso que sempre os tive a meu lado”.

“De todos os bens que a sabedoria proporciona para produzir felicidade por toda a vida, o maior, sem comparação, é a conquista da amizade”. (Epicuro – filósofo grego).

Aristóteles  Conhecemos três formas de amizade ao longo de nossa vida:

Quando jovens procuramos uma amizade que nos dê prazer – agradável;

Na velhice procuramos por utilidade –útil: “fundamentamos a amizade no interesse, por causa de algum bem que recebem um do outro, mas não amam um ao outro por si mesmos”;

E a amizade considerada perfeita por Aristóteles seria: “aquela que existe entre os homens que são bons e semelhantes na virtude, pois tais pessoas desejam o bem um no outro de modo idêntico, e são bons em si mesmos[…]aqueles que desejam o bom aos seus amigos por eles mesmos são amigos no sentido mais próprio, porque o fazem em razão de sua natureza e não por acidente”.

“Perguntas-me qual foi o meu progresso? Comecei a ser amigo de mim mesmo.” (Sêneca)

 Amigo é aquela pessoa para quem você pode ligar às 4 da madrugada”. ( Marlene Dietrich – atriz alemã).

 “Um amigo é alguém que lhe dá total liberdade para ser você mesmo” (Jim Morrison – vocalista do The Doors).

 “A amizade multiplica as coisas boas e divide as más”  (Baltasar Gracián escritor espanhol).

“Escolho meus amigos pela alma lavada e pela cara exposta. Não quero só o ombro e o colo, quero também sua maior alegria. Amigo que não ri junto, não sabe sofrer junto. Meus amigos são todos assim: metade bobeira, metade seriedade”. (Oscar Wilde escritor irlandês).

“As mulheres podem tornar-se facilmente amigas de um homem; mas, para manter essa amizade, torna-se indispensável o concurso de uma pequena antipatia física” (Friedrich Nietzsche – filósofo alemão).

“O amor é a única força capaz de transformar um inimigo num amigo (Martin Luther King Junior – ativista político americano).

 Por: Cidinha

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Reflexões. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s