Amigo é…

amigo9

[Foto: Google] 

Em tempos de redes sociais e de mensagens instantâneas precisamos repensar o que é ser amigo.

Neste dias próximos ao Dia do Amigo, 20 de julho, vimos muitas definições de amigos borbulhando nas redes sociais e nas mensagens instantâneas. Foi uma festa.

Em nosso perfil temos mais de 300 amigos. Mas quantos se lembram de nosso aniversário e nos telefonam para dar os parabéns e perguntar onde vai ser a comemoração que ele(a) quer lhe dar um abraço?

A tecnologia tem suas vantagens, não se pode negar, na virada do ano recebi no celular às 23h57 os votos de um feliz ano novo de um amigo que mora no exterior.Para mim foi significativo apesar da distância e da frieza tecnológica da mensagem.

Mês passado divulguei nas redes sociais uma exposição da qual estava participando e no dia da abertura dos trezentos amigos em uma rede e mais de cem em outra, apenas apareceram 7 amigos, estes estão na minha agenda de papel há mais de 20 anos. Registro aqui, antes que algum pseudo-entendido se manifeste, que criei o evento e convidei as pessoas como reza o protocolo. Os outros presentes eram familiares e pessoas que vieram porque viram no jornal ou porque se interessavam pelo tema. Estas coisas estranhas acontecem.

Quando uma pessoa muito próxima da gente está internada ou vem a falecer, nesta hora são os amigos que estão presentes. Seja pelas mensagens, pelos telefonemas ou se fazendo presente, olhando nos olhos e dizendo em silêncio: estou  aqui. Muitas vezes precisamos dos amigos presentes.

É verdade que há amigos que somem durante anos, mas quando o reencontro acontece é como se o tempo tivesse parado, retomamos do mesmo ponto, atualizando as notícias e trocando novas confidências. É mágico.

E eu? Que amigo estou sendo para meus amigos? Confesso que ainda estou pensando, e repensando, sobre minha atuação como amigo, sei que preciso melhorar, este mundo digital aproximou e afastou as pessoas ao mesmo tempo. Hoje ser amigo é sair da zona de conforto onde a tecnologia nos deixou acuados.

Nesta minha modesta caminhada pelo tempo que a vida leva, eu entendi que amigo é, amigo mesmo, aquele com quem se pode pensar em voz alta.

Simples assim.

Por: Rinaldo Morelli

Anúncios
Esse post foi publicado em Reflexões. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s