Internalização

Fonte: Google.

Será que nos sobra tempo para um silêncio interno? É imperioso reservar alguns minutos para escutar as necessidades do ser que somos, do momento que vivemos e dos sonhos que calamos. Não relegue para outro dia o que é possível meditar hoje, o que escondemos de nós mesmos nos é revelado certamente em situações cruciais e inadiáveis, e neste instante seremos obrigados a pausar nossa frenética rotina e escutar as súplicas de nossa alma carente e adoentada.
Tentemos pôr limites em nossa agitação diária dando pausas para ler um bom livro, que muito nos ensinará; para ganhar horas com o convívio salutar em família; para coisas que serenem nossa mente como uma boa prédica ou conversa instrutiva (presencial)! Deixemos que bons momentos fiquem registrados na memória universal para que nesta vinda terrena aproveitemos em sua totalidade os recursos disponíveis! 
Não sugiro aqui um ritual mecânico como imposição ou uma prática quase feita por obrigação, penso ao contrário, em algo que suavize a rotina, um tempo de liberdade da imaginação e dos sentimentos… tente, tenha certeza, será libertador!

Por Alexandra Paes 

“Bebei na fonte viva do amor e preparai-vos, cativos da vida, a lançar-vos um dia, livres e alegres” 
O Espírito de Verdade. (Paris, 1861.)
(Fonte: O Evangelho segundo o Espiritismo, cap. VI, item 6.)

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s