Um lindo jardim

Jardim dos Sentimentos do Palácio de Cristal, Porto, Portugal.
Foto por: Um dia depois do outro

Trago-lhe sementes para plantar
Em terra fecunda, à luz solar
Espécies raras que não se encontram por aí 
Com frutos delicados, perfumando tudo enfim.

Amor, a primeira delas
Pequenina, de flores singelas
Torna-se, aos cuidados, a mais bela…
Ladeando-a, plante paciência 
Exigi atenção e resiliência 
Mas ao germinar é acalento nos dias de temor.
Outra, a alegria 
Brota facilmente e é favorável ao calor
Necessita de rega constante e bom humor! 
Espere um momento, ia me esquecendo,
Trouxe também sementes de solidão 
Essa geralmente cresce depressa 
É preciso podar com frequência
A sua volta nada se expressa
Mas sua sombra por vezes é de precisão 
Ao necessário refazimento neste turbilhão.
Por fim, plante paz… 
Torço para que ela se espalhe em sua plantação 
Onde esta predomina
Todos se beneficiarão!
De odor suave e calmante 
Encanta quem a vê a primeira vista! 

E assim, almejo que tenhas um vasto e belo jardim 
Com multicores de esperança e bondade,
Frondosa na verdade, lhe trazendo motivação 
E embelezando o solo fértil de seu coração!

Por Alexandra Paes 

Anúncios
Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Vida saudável e feliz, Leonardo Machado

Título:  Vida saudável e feliz  
Psicografia: Leonardo Machado
Editora: FEB
Páginas: 180
Ano: 2018

Sobre o autor: Leonardo Machado é médico psiquiatra e psicoterapeuta, professor de Psiquiatria e Psicologia Médica da UFPE, tendo doutorado em Neuropsiquiatria e Ciências do Comportamento pela UFPE. Nasceu em família espírita e trabalha na Federação Espírita Pernambucana e na Associação Médico-Espírita do Estado de Pernambuco. Faz palestras desde os 17 anos. lançou os livros com temática espírita A sabedoria de Sócrates e o cristianismo redivivo (IDE) e Os últimos dias de Sócrates (FERGS).

Sinopse: Vida saudável e feliz: evangelho de Jesus e saúde mental. O que fazer para ter uma vida saudável e feliz? Neste livro, encontramos sugestões simples e práticas que poderão mudar a nossa existência.A leitura leve e ao mesmo tempo profunda propicia reflexões e disposição para definir novos rumos na caminhada evolutiva. Aprendemos que os ensinos do Cristo podem contribuir para a nossa felicidade. Como esclarece o autor, se conseguirmos nos valer do Evangelho de Jesus na dinâmica de nossas existências,certamente alcançaremos um novo patamar individual.

Minha opinião: Esse é um livro de mensagens, onde cada capítulo pode ser lido de forma independente. Eu gosto de utilizar para leitura noturna, um capítulo por dia antes de dormir. O tamanho dos capítulos é perfeito para isso. Cada capitulo nos apresenta um caso ou dois, com frases de Leon Denis e uma reflexão evangélica que nos incentiva a refletir sobre diversas situações de nossas vidas como, por exemplo: a força do pensamento e sua influencia na forma como os problemas impactam nossas vidas, a importância de assumirmos a responsabilidade sobre nossas vidas nos tornando atores principais de nossas vidas, serenidade a cada dia e e a flexibilidade mental para o aprendizado e desenvolvimento pessoal.

Colaborar com Deus! Levar a efeito em tudo e por toda parte o Bem, a Justiça! Que poderá haver de maior, de mais digno para o teu Espírito imortal?! (Léon Denis)

Livro de março/2018 do Clube do Livro Espírita da FEB.

June Alves de Arruda

Publicado em Livros | Deixe um comentário

Seguramente Deus escolhe seus servos ao nascerem, ou talvez antes mesmo do nascimento. (Epicteto, no livro Médicode Homens e de Almas – A história de São Lucas; Taylor Caldwell)

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Nós, para presente!

Fonte: Google

A água viva (João 4: 1-26) que sacia nossa cede apresenta-se nas tentativas incansáveis de aprender os ensinamentos de Jesus. Na eminência da lembrança de seu natalício, os corações transbordam em fraternidade e compaixão, canções de paz encantam a mente que se abre para a renovação de comportamentos ultrapassados, esgotados pela falta de propósito!
É chegado o tempo de refletir nos possíveis equívocos cometidos, ou nos maus hábitos costumeiros que precisam ser reciclados, e este processo passa indubitavelmente pelos ensinos reconfortantes do Cristo! Em citando trechos do novo testamento, espero que sirva como instrumento para multiplicação da “noite feliz” em cada dia do novo ano que tão logo adentrará:

• Mateus 5: 25. “Concilia-te depressa com o teu adversário, enquanto estás no caminho com ele”
• Mateus 7: 1,2 “Não julgueis, para que não sejais julgados. Porque com o juízo com que julgais, sereis julgados; e com a medida com que medis vos medirão a vós.”
• Mateus 15: 11 “Não é o que entra pela boca que contamina o homem; mas o que sai da boca, isso é o que o contamina.”
• Lucas 18: 17 “Em verdade vos digo que, qualquer que não receber o reino de Deus como criança, de modo algum entrará nele..”
• Lucas 21: 33 “Passará o céu e a terra, mas as minhas palavras jamais passarão.”
• João 13: 34 “Um novo mandamento vos dou: que vos ameis uns aos outros; assim como eu vos amei a vós, que também vós vos ameis uns aos outros.”
• João 14: 1 “Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim.”

Ofertando ao menino Jesus na manjedoura, nossos mais preciosos presentes do coração, estaremos demostrando respeito por tudo que nos legou em palavras e ações! Boas festas, e principalmente boas e significativas transformações íntimas neste exercício salutar que é estudar os dizeres do Nosso Irmão aniversariante!

Por Alexandra Paes 

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

“A vida pertencea Deus, pois a atividade da mente é vida e Ele é essa atividade. A pura auto atividadeda razão é a mais abençoada e eterna vida de Deus. Dizemos que Deus vive,eterno e perfeito, e que a vida continua e eterna é de Deus, pois Deus é a vidaeterna”. (Aristóteles, do livro Médico de Homens e de Almas – A história de São Lucas; Taylor Caldwell)

Publicado em Reflexões | Deixe um comentário

Vamos com calma, para seguir adiante 

Fonte: Google

Como um vírus em larga escala de contaminação, a impaciência tem nos avassalado os sentidos e a razão sem deixar a menor brecha para reflexões e análises mais criteriosas. A instantaneidade nas resoluções dos problemas tem acelerado nossas respostas internas para tudo, não permitindo que a mínima hesitação faça parte do processo de execução das práticas cotidianas. Isso não só tem aumentado o nível de intolerância à qualquer conversa mais prolongada sobre algo, como tem fomentado atritos totalmente dispensáveis muitas vezes de assuntos banais que anteriormente eram debatidos com maior naturalidade.
A convivência com os que nos cercam é de fundamental importância para nosso aprimoramento espiritual. É com ela que exercitamos a compreensão de situações pouco trabalhadas em nosso interior, vivencias que nos adaptam a fatos anteriormente tão difíceis de lidar… Nosso amadurecimento perante a coletividade somente será possível com o aperfeiçoamento da paciência e do amor, começando com pequenas doses de compreensão e escuta tranquila, mesmo nas provações e contrariedades que nos cercam diariamente.
Em o L.E parte III capítulo XI , intitulado Da lei de justiça, de amor e de caridade – Caridade e Amor do Próximo, nos é esclarecido sobre a importância de exercitar a paciência, uma forma de caridade, pergunta de Kardec na questão 886: Qual o verdadeiro sentido da palavra caridade, como a entendia Jesus?, em que respondem os espíritos: Benevolência para com todos, indulgência para as imperfeições alheias, perdão das ofensas. Por fim Kardec conclui comentando a questão: O amor e a caridade são o complemento da lei de justiça, porque amar ao próximo é fazer-lhe todo o bem possível, que desejaríamos que nos fosse feito. Tal é o sentido das palavras de Jesus: “Amai-vos uns aos outros, como irmãos”.
Paciência parece remédio amargo, até pode vir a ser de difícil ingestão, de fato recuar na nossa percepção das coisas ou dar espaço para uma forma mais estendida de entendimento, pode gerar desconforto a princípio, mas quando aqui retornamos foi exatamente para aprender e/ou aprimorar a convivência fraterna. Tenhamos fé que tudo fluirá para a maior e mais satisfatória confraternização possível, com respeito e amor!

Por Alexandra Paes 

Publicado em Reflexões | Deixe um comentário

Se um homem olhar com amorosa compaixão para seus semelhantes sofredores, e tomado de amargura indagar aos Deuses: Por que afligis meus irmãos?, então ele é, sem dúvida alguma, olhado por Deus mais ternamente do que o homem que com Ele se congratula por ser misericordioso e o deixar florescer com infelicidade, tendo só palavras de adoração para oferecer. Porque o primeiro reza por amor e piedade, atributos divinos, tão próximos do coração de Deus, e o outro fala pelo egoísmo complacente, um atributo animalesco, que não se aproxima da luz envolvente do espírito de Deus (Horácio, em Médico de Homens e deAlmas – A história de São Lucas; Taylor Caldwell)
Publicado em Reflexões | Deixe um comentário